Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Auditoria Interna

A Auditoria Interna é uma unidade de assessoramento à alta administração, de acompanhamento e avaliação dos atos de gestão, visando o fortalecimento dos mesmos, de modo a comprovar o nível de execução das metas estabelecidas, bem como de apoio aos órgãos do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal. Sua implementação busca cumprir ao que determinam os arts. 70  a  75, da CF/88, a Lei nº 10.180/2001, decreto nº 3.591/2002,  alterado pelo decreto nº 4.304/2002 e Instrução Normativa nº 01/2001 da Secretaria Federal de Controle Interno.

Origem

A Auditoria Interna – AUDINT da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, foi criada em 06 de novembro de 2007 por meio da Resolução nº 002/2007 do Conselho Universitário - CONSUNI, como unidade integrante da Reitoria vinculada ao Conselho Curador, visando o fortalecimento da gestão, a racionalização das ações de controle e o apoio aos Órgãos do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal e ao TCU, atendendo à legislação pertinente, em especial a Constituição Federal Brasileira, a Lei nº 10.180/2001 e a Instrução Normativa nº 01/2001 da SFCI – Secretaria Federal de Controle Interno.

Finalidades

I - fortalecer a gestão, buscando agregar valor ao gerenciamento da ação governamental, contribuindo para o cumprimento das metas previstas no Plano Plurianual, a execução dos programas de governo e os orçamentos da União no âmbito da entidade, a comprovação da legalidade e a avaliação dos resultados, quanto à economicidade, eficácia e eficiência da gestão.

II - racionalizar as ações de controle, com o objetivo de eliminar atividades de auditoria em duplicidade, nos órgãos/unidades que integram o Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal, bem como gerar novas atividades de auditoria que preencham lacunas por meio de pauta de ações articuladas, otimizando a utilização dos recursos humanos e materiais disponíveis.

III - apoiar o Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal, fornecendo periodicamente informações sobre os resultados dos trabalhos realizados, bem como no atendimento das solicitações de trabalhos específicos.

Competências

As competências da Auditoria Interna da UFRB consistem: 

I - acompanhar e avaliar o cumprimento de metas e a execução dos programas governamentais e orçamentários pela UFRB;

II - preservar os interesses da instituição contra ilegalidades, erros ou outras irregularidades;

III - verificar o desempenho da gestão e comprovar a legitimidade e legalidade dos atos, examinando os seus resultados quanto à eficácia, eficiência e efetividade orçamentária, financeira, patrimonial, de pessoal e demais sistemas administrativos operacionais;

IV - examinar e emitir parecer sobre a Prestação de Contas Anual e Tomada de Contas Especiais da Instituição;

V - elaborar e executar o Plano Anual de Atividades das Auditorias Internas (PAINT) do exercício seguinte, e encaminhar para aprovação do Conselho Curador;

VI - organizar e apresentar o Relatório Anual de Atividades das Auditorias Internas (RAINT) ao final de cada exercício, encaminhando-o aos Órgãos competentes do Controle Interno do Poder Executivo Federal;

VII - apoiar o controle externo, acompanhando e implementando as recomendações dos Órgãos do Sistema de Controle Interno do Poder Executivo Federal e do TCU;

VIII - propor mecanismos para o exercício do controle social sobre as ações da Instituição e adequação dos já existentes;

IX - prestar informações permanentes à Administração Superior sobre todas as áreas relacionadas com o controle administrativo ou operacional;

X - propor e acompanhar o desenvolvimento de ações que visem o fortalecimento da gestão e a racionalização dos controles;

XI - promover estudos periódicos das normas e orientações internas, com vistas a sua adequação e atualização à situação em vigor;

XII - encaminhar ao Conselho Curador as minutas do Regimento Interno e do Manual de Auditoria Interna para apreciação, antes de serem encaminhados para aprovação no CONSUNI;

XIII – apresentar, ao final de cada trabalho de auditoria, pelo menos, o resumo dos relatórios de auditoria ao Conselho Curador.

Fim do conteúdo da página