Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Afastamento docente por mais de 15 dias (capacitação profissional)

A Resolução 006/2018 dispõe sobre a Política de Capacitação Docente.

A capacitação docente da UFRB é estabelecida nos seguintes níveis formativos:

  • Pós-Doutorado;
  • Cursos de pós-graduação Stricto Sensu;
  • Cursos de pós-graduação Lato Sensu;
  • Estágio, intercâmbio, aperfeiçoamento e atualização.

 

O docente que se matricular em qualquer nível formativo citado acima deverá oficializar a sua capacitação ao centro.

 

A duração máxima do afastamento será de:

  • 12 (doze) meses para aperfeiçoamento e atualização;
  • 12 (doze) meses para pós-doutorado;
  • 24 (vinte e quatro) meses para mestrado;
  • 48 (quarenta e oito) meses para o curso de doutorado

 

Passos para solicitação de afastamento para Capacitação

Inclusão dos docentes que serão afastados no Plano de Capacitação Quinquenal do Centro.

O processo deverá ser tramitado com o prazo máximo de 90 dias

O Conselho Diretor do Centro deve apreciar o processo de afastamento de acordo com o Plano quinquenal de capacitação e suas alterações.

 

Documentação necessária:

  1. Formulário de afastamento por mais de quinze dias, conforme modelo da PROGEP, devidamente assinado e carimbado por todas as instâncias nele solicitadas;
  2. Plano de estudos ou atividades, de acordo com modelo da PROGEP;
  3. Documento comprobatório de aceitação do candidato pela instituição onde realizará as atividades;
  4. Termo de compromisso do docente – modelo da PROGEP;
  5. Cópia da Ata da reunião do Conselho Diretor do Centro ou documento do Presidente do Conselho do Centro informando data do afastamento aprovado.

Entregar toda a documentação necessária na Secretaria Administrativa do centro.

 

Acompanhamento do Docente em capacitação

  1. O docente deverá encaminhar ao Centro, semestralmente, o relatório de acompanhamento, até 31 de julho e até 31 de janeiro composto dos seguintes documentos:
  2. Formulário de acompanhamento do docente em capacitação, conforme modelo da PPGCI, contendo análise do seu desempenho feito pelo orientador, para cursos Lato Sensu e Stricto Sensu e pelo supervisor, para Pós-Doutorado;
  3. Histórico escolar e comprovante de matrícula para cursos Lato Sensu e Estricto Sensu.

 

O docente que não entregar no prazo previsto os relatórios de acompanhamento da capacitação estará sujeito a sanções previstas na Lei 8.112/90.

 


registrado em:
Fim do conteúdo da página