Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Estandarte da Escola Agronômica da Bahia

EAB Estandarte

Considerado um tipo de bandeira, o estandarte é uma insígnia com imagens e cores alusivas a sua instituição. Composto por meio de técnicas variadas, um estandarte pode combinar pintura, ricos bordados e aplicação de pedrarias em peças de extraordinária beleza e simbologia.  O termo "estandarte" é aplicado a vários tipos de bandeiras, a depender do contexto em que estão inseridas. Podem ser encontradas no âmbito militar, religioso e civil. 

O estandarte da Escola Agronômica da Bahia, criado na década de 1940 para representar a instituição em solenidades e celebrações públicas, é um objeto/documento que marca a transferência da Escola para a cidade de Cruz das Almas no Recôncavo Baiano.

Em formato retangular com três pontas na parte inferior, é composto por vários tecidos superpostos. Um tecido de algodão é utilizado no meio para sustentação da peça; no verso um tecido acetinado; e no anverso, um veludo ao qual são sobrepostos os bordados e pedrarias. Nas laterais encontram-se aplicações de lantejoulas e linhas metálicas, que levam a um elaborado bordado na extremidade inferior.

É uma das peças mais importantes do nosso acervo e apresenta símbolos atribuídos à agronomia. Na parte central do estandarte está um teodolito e um arado, ladeado por ramos de cacau e fumo, todos bordados com fios de seda e metal.  Na parte superior podemos ler a inscrição “Escola Agronômica da Bahia”.

O estandarte possui características físicas, simbólicas e artísticas que demonstram seu valor histórico e cultural.

Fim do conteúdo da página