Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > UFRB, Governo do Estado e Embrapa realizam parceria para dar início ao Projeto Recôncavo
Início do conteúdo da página
Assistência Técnica

UFRB, Governo do Estado e Embrapa realizam parceria para dar início ao Projeto Recôncavo

Publicado: 13/03/17 17:07 | Última atualização: 13/03/17 18:59 | Acessos: 4541 | Postado por Renato Luz

O reitor da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), Silvio Soglia, participou na manhã do último sábado, 11, da agenda de compromissos do governador Rui Costa em Cruz das Almas.  Na ocasião, foi autorizada a formalização de contratos com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e o Governo do Estado, além de convênios com 12 associações e cooperativas de Cruz das Almas e municípios vizinhos. 

A parceria de assistência técnica denominada “Projeto Recôncavo” visa fortalecer as cadeias produtivas da mandioca e fruticultura e atenderá 3.600 agricultores e agricultoras familiares dos municípios de Cruz das Almas, Governador Mangabeira e Sapeaçu.  A iniciativa prevê investimentos na ordem de R$ 2,9 milhões, no âmbito do Projeto Bahia Produtiva, executado pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).

O reitor da UFRB, Silvio Soglia, destacou que a execução do projeto será realizada através de ações coordenadas por professores e contará com a participação de estudantes e pesquisadores das instituições que irão, em conjunto com as associações, promover ações de organização da produção e da construção de agroindústrias."Para nós, é muito importante porque desenvolve a parte de extensão da universidade e ao mesmo tempo beneficia o produtor da agricultura familiar", disse. O reitor observou ainda que além da vivência, os estudantes receberão uma bolsa que irá contribuir para cobrir os custos com a vida acadêmica.

O secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues, destacou que serão investidos mais de R$ 2 milhões, no Projeto Recôncavo visando atender ao agricultor familiar, na elevação da renda, melhoria na produção e qualificação dos produtos para o mercado.

De acordo com o diretor-presidente da CAR, WIlson Dias, "a expertise que a UFRB e a Embrapa adquiriram nos últimos anos, experimentando e desenvolvendo tecnologias para a produção,da citricultura e mandiocultura, vai ajudar muito a fortalecer as ações do governo na medida em que teremos as condições, nesse território, de expandir com maior eficiência, os subprojetos das associações e cooperativas que irão desenvolver atividades de produção, fomento e agroindustrialização, tanto da mandioca, quanto da fruticultura. Os investimentos do projeto Recôncavo tem como diferencial esse suporte tecnológico dessas duas instituições, para desenvolver as melhores tecnologias de produção e beneficiamento desses produtos da agricultura familiar", explica.

Para Carlos Estêvão Leite Cardoso, chefe substituto da Embrapa Mandioca e Fruticultura, de Cruz das Almas, o projeto permitirá minimizar problemas existentes na região. "O aspecto importante nesse projeto é que ele consegue, além de entender as demandas dos agricultores familiares, articular forças importantes nessa região para implementar o projeto, e será importante para os agricultores familiares, que terão capacitação em tecnologias importantes na área de irrigação, além de minimizar aspectos relacionados à regularização fundiária", explica.

O Projeto Recôncavo inclui ações de regularização fundiária e ambiental, construção de seis agroindústrias de beneficiamento de frutas, seis de beneficiamento da mandioca e ainda, a instalação de seis unidades didáticas de referência de difusão de tecnologias de produção e agroindustrialização da mandioca, inhame e frutas tropicais.

registrado em:
Fim do conteúdo da página