Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > UFRB encerra Fórum 20 de Novembro com evento no campus de Cruz das Almas
Início do conteúdo da página
Fórum 2017

UFRB encerra Fórum 20 de Novembro com evento no campus de Cruz das Almas

Publicado: 30/11/17 15:33 | Última atualização: 30/11/17 15:37 | Acessos: 462 | Postado por Fernanda Braga

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) deu início nesta quinta-feira, 30, às atividades da programação local do XI Fórum 20 de Novembro Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social do Recôncavo no campus de Cruz das Almas. O evento encerra a programação geral do Fórum 2017, realizado entre 06 de novembro e 1º de dezembro, com atividades em todos os campi da UFRB.

Com uma apresentação do poema “Salve as Folhas”, de Mário de Andrade, musicado por Maria Bethânia, o estudante de Agronomia da UFRB, Roberto Neto, e o ex-estagiário da UFRB e hoje licenciado em Pedagogia pela Faculdade Maria Milza (FAMAM), Jean Costa, saudaram os presentes e desejaram bom evento a todos. “Cosi euê. Cosi orixá. Euê ô. Euê ô orixá”, entoaram em yourubá.

Em seguida, compuseram a mesa de abertura o reitor da UFRB, Silvio Soglia; a pró-reitora de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (PROPAAE), Maria Goretti da Fonseca; a pró-reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação, Criação e Inovação (PPGCI), Rosineide Mubarack; o diretor do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB), Elvis Vieira, e o diretor do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CETEC), José Valentim Filho.

O diretor Elvis Vieira agradeceu em nome do CCAAB a toda a comissão organizadora do evento e ressaltou que o Fórum, com seus 11 anos de atividades, reafirma os valores morais e éticos de nossa sociedade. “Mais uma vez a UFRB faz muito mais do que formar cidadãos. Estamos aqui para fazer um futuro consciente, de reconhecimento e respeito à diversidade social, de raça e de gênero”, disse Vieira.

O diretor do CETEC destacou que o Fórum 20 de novembro já está consolidado como um dos eventos mais importantes da UFRB. “Ele tem variado o seu formato ao longo dos anos, mas a sua essência permanece muito forte. Esse evento traz e fortalece a discussão sobre as questões etnicorraciais no País, uma vez que o debate atual parece estar dominado pela intolerância e por um obscurantismo crescente”, afirmou José Valentim.

Políticas Afirmativas

A pró-reitora da PROPAAE, Maria Goretti, saudou os convidados e parabenizou sua equipe pela organização do evento. “Esse é o momento de pensarmos em políticas afirmativas para apoiar a permanência de nossos estudantes”, disse. “É o momento de refletir, discutir, fomentar e reafirmar a nossa posição enquanto UFRB, enquanto universidade negra e que precisa, portanto, ter uma política afrocentrada, uma política voltada para os negros”, acrescentou.

“As políticas afirmativas, em todas as suas dimensões, são políticas fundantes dessa Universidade. Fomos os primeiros a criar uma pró-reitoria nessa área e não podia ser diferente, porque nós construímos uma Universidade com feições populares. Somos frutos de uma luta popular, que, no Recôncavo, é uma luta do povo negro”, disse o reitor Silvio Soglia em seu discurso. Ele definiu o fórum como “um espaço de celebração de nossas raízes e ancestralidades”. 

Cotas na Pós-Graduação

Para a pró-reitora da PPGCI, Rosineide Mubarack, “o Fórum representa a própria história da nossa Universidade. Essa causa é de cada um de nós”. Em sua fala, ela destacou ainda que chegou o momento de se pensar as cotas na pós-graduação e superar os enfrentamentos com o debate sobre as políticas afirmativas e de acesso, permanência e pós-permanência. “É uma questão histórica para a UFRB fazer avançar as políticas e proporcionar as condições pelas quais nossos alunos possam adentrar e consolidar nossa pós-graduação”, disse Rosineide.

O reitor informou que a resolução que trata sobre a implantação das cotas na pós-graduação da UFRB está pronta e será submetida à apreciação do Conselho Universitário. “O documento foi construído por um grupo de trabalho instituído pela Reitoria, com a participação de professores especialistas na área e coordenadores de curso de pós-graduação”, informou Soglia. “Isso representa, sem dúvida, um novo marco, uma nova conquista, nessa caminhada pelo fortalecimento das políticas afirmativas em nossa instituição”, defendeu.

Confira a programação completa do evento em Cruz das Almas.

Veja fotos da abertura:

registrado em:
Fim do conteúdo da página