Ir direto para menu de acessibilidade. huluhub.com
Portal do Governo Brasileiro
sincan escort1080p pornankara escortpendik escort
Página inicial > Notícias > Nota da Reitoria sobre o bloqueio dos recursos orçamentários da UFRB
Início do conteúdo da página
Nota

Nota da Reitoria sobre o bloqueio dos recursos orçamentários da UFRB

06/05/19 10:23 | 06/05/19 10:51 | 12014 | César Velame

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) sofreu um bloqueio de créditos no orçamento de custeio e investimento, assim como todas as outras universidades federais brasileiras, realizado pelo Ministério da Educação (MEC).

O bloqueio da ordem de R$ 16.329.642,00 (dezesseis milhões, trezentos e vinte o nove mil, seiscentos e quarenta e dois reais), cerca de 32% do orçamento, foi constatado no Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (SIAFI), na última quinta-feira, 02 de maio. Os recursos destinados à assistência estudantil não sofreram bloqueio.

Atualmente, a UFRB tem uma comunidade acadêmica de aproximadamente 12.500 estudantes, 900 professores e 700 técnicos administrativos. São 67 cursos de graduação e 43 cursos de pós-graduação. Destaca-se também em projetos de pesquisa e programas de extensão, que garantem uma grande inserção na comunidade, beneficiando milhares de pessoas na região, que poderão ser afetadas por essa medida.

O bloqueio, se não revertido, prejudicará o pagamento de serviços terceirizados como limpeza e segurança, o pagamento de contas de água, luz, telefone, aluguéis, despesas com manutenção, além da conclusão de obras e compra de novos equipamentos. 

Diante desse panorama, a UFRB informa que esforços estão sendo realizados, com o apoio de sua comunidade universitária e no conjunto das universidades federais, para defender a recomposição integral do orçamento estabelecido na Lei Orçamentária (LOA) de 2019 junto às instâncias pertinentes do Governo Federal.

Cruz das Almas, 06 de maio de 2019.

Silvio Luiz de Oliveira Soglia
Reitor da UFRB

registrado em:
Fim do conteúdo da página