Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Curricularização na UFRB

A TRAJETÓRIA DA CURRICULARIZAÇÃO NA UFRB

            A UFRB retomou as discussões para implementação da curricularização da extensão com debates junto à comunidade acadêmica em 2016. Inicialmente, foram realizadas reuniões conjuntas da Pró-Reitoria de Extensão – PROEXT e da Pró-Reitoria de Graduação – PROGRAD com os Cursos de Graduação, a partir de uma ação que a PROGRAD estava realizando junto aos Núcleos Docentes Estruturantes – NDE’s dos Cursos de Graduação da Universidade. Após as primeiras reuniões, dada a complexidade da temática da curricularização da extensão e do tempo necessário para a discussão inicial, esta ação foi reprogramada e a PROEXT passou a realizar as reuniões nos Centros de Ensino discutindo, exclusivamente, a curricularização. Assim, foram visitados todos os sete Centros de Ensino da UFRB, sendo que na maioria destes encontros houve representação das duas Pró-Reitorias. As reuniões foram programadas junto às Direções dos Centros, sendo convidados todos os Colegiados de Curso e a comunidade acadêmica como um todo. Os convites foram feitos tanto pelas Direções dos Centros quanto pela PROEXT, por meio de e-mails e cards publicados na Web.

            Na PROEXT, o Núcleo de Educação e Ações Comunitárias – NUEDAC foi o responsável pela sistematização e organização deste processo junto à comunidade acadêmica que, inicialmente, teve como objetivos: ouvir as possíveis dúvidas e sugestões sobre a curricularização da extensão; identificar as ações de extensão desenvolvidas nos Centros de Ensino; e levantar as potenciais atividades extensionistas passíveis de serem Curricularizadas, nos diferentes Cursos de Graduação da UFRB.

            Após esta etapa, a partir da Portaria UFRB Reitoria nº 917/2017, foi constituído o Grupo de Trabalho (GT) para elaborar a minuta de resolução que normatizaria a curricularização da extensão na UFRB, com as seguintes representações: PROEXT, PROGRAD, PROPAAE, PPGCI, CETENS, CFP, CCAAB, CECULT, CAHL, CETEC, CCS, SURRAC, Câmara de Extensão e Câmara de Graduação.

            Este GT passou, então, a se reunir e trabalhar na elaboração da minuta de resolução. Dadas as peculiaridades inerentes à temática e as discussões bastante ricas que aconteceram no GT houve a necessidade de prorrogação do prazo para conclusão dos trabalhos, que foi instituída pela Portaria UFRB Reitoria nº 113/2018. Uma vez concluída a primeira versão do documento, foram realizadas novas visitas aos Centros de Ensino para apresentação e discussão da minuta, quando foi possível fazer esclarecimentos, ouvir críticas e sugestões e, assim, apreender ajustes para o documento. Paralelamente, foram realizadas reuniões com o Comitê Gestor do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas – SIGAA e com o Núcleo de Gestão Acadêmica de Cursos e Currículos – NUGACC da PROGRAD. Foram feitos, também, atendimentos presenciais e por telefone à representantes de Cursos de Graduação que deram início às reformulações de seus Projetos Pedagógicos de Curso, já considerando a curricularização como elemento a ser implementado. Após esta etapa, o GT reuniu-se para discutir e proceder às alterações que foram sugeridas pela comunidade acadêmica, tanto nas reuniões quanto por e-mail, e para finalizar a minuta.

            A minuta foi concluída, apresentada e aprovada unanimemente pela Câmara de Extensão em 10 de dezembro de 2018, dando origem à Resolução UFRB CONAC 06/2019 que dispõe sobre a Regulamentação da Política de Curricularização da Extensão nos Cursos de Graduação da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

            Cabe pontuar que, neste momento, a Equipe do NUEDAC/PROEXT está elaborando um documento com orientações para a implementação da curricularização da extensão pelos Cursos de Graduação da UFRB. Neste, explicitam-se conceitos, diretrizes e detalhamentos acerca dos fluxos a serem desenvolvidos, com a possibilidade de serem divulgados outros textos e materiais orientadores, sobretudo, ao longo do processo de implementação da curricularização nos PPC’s e do diálogo com os Cursos.

Fim do conteúdo da página