Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > UFRB articula participação de lideranças sociais do interior da Bahia no FSM 2018
Início do conteúdo da página
Fórum

UFRB articula participação de lideranças sociais do interior da Bahia no FSM 2018

01/02/18 16:53 | 02/02/18 08:31 | 1167

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) promoveu nesta quarta-feira, dia 31 de janeiro, uma reunião de articulação com diversas lideranças sociais dos Territórios de Identidade do Recôncavo, Portal do Sertão e Vale do Jiquiriçá para debater a participação do interior da Bahia no Fórum Social Mundial (FSM) 2018, que acontecerá entre os dias 13 e 17 de março, em Salvador.

A reunião ocorreu no Anfiteatro da Reitoria, campus Cruz das Almas, e contou com a presença de representantes do Grupo Facilitador do FSM 2018, da Coordenação Estadual dos Territórios de Identidade da Bahia, dos Colegiados Territoriais e suas Câmaras Técnicas, da Prefeitura Municipal de Cruz das Almas, da Coordenação Regional do Partido dos Trabalhadores e da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS).

O reitor Silvio Soglia fez a saudação inicial de acolhimento dessas lideranças. “É uma alegria imensa receber as representações de nossos Territórios e membros da nossa comunidade. Esse encontro nasce para propor uma maior articulação do interior da Bahia para engajamento no Fórum Social Mundial”, disse, abrindo o encontro. “Essa é uma oportunidade para tomarmos conhecimento da programação e como podemos nos organizar para participar deste importante evento”, completou.

Em seguida, a facilitadora do FSM 2018 Débora Rodrigues, liderança do Grupo Vida Brasil, apresentou um histórico do evento e falou sobre os desafios para a edição deste ano. “Continuamos caminhando na construção da discussão que vai desembocar no Fórum Social Mundial em março. Por isso, dizemos sempre que o FSM é um processo”, afirmou Débora, fazendo referência à programação de mobilizações promovidas rumo ao evento.

Ela explicou que o FSM foi concebido como uma contraposição ao neoliberalismo representado pelo Fórum Econômico Mundial, que ocorre ao mesmo tempo em Davos, na Suíça. Sua primeira edição aconteceu em 2001, em Porto Alegre, por organizações e movimentos sociais. “O evento prioriza a liderança e o espaço da sociedade civil. Deixo aqui uma convocação para que a juventude e outros movimentos aqui presentes possam contribuir na organização do Fórum e acolhimento dos participantes”, disse, destacando que essa é a primeira vez que o evento ocorre na Bahia.

Fechando o encontro, o facilitador João Miguel Chaves, do Acampamento Intercontinental da Juventude (AIJ), falou sobre o alojamento que ocupará o Parque de Exposições Agropecuárias de Salvador, com capacidade para receber mais de seis mil jovens. Quem tem interesse em participar do AIJ deverá se inscrever no site do Fórum a partir do dia 17 de fevereiro.

O prazo para as inscrições dos participantes do evento podem ser feitas online, até o dia 10 de março. O FSM terá como território principal o campus de Ondina, da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Mais informações no site do FSM 2018: www.fsm2018.org.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página