Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > UFRB tem três propostas aprovadas no Programa Pesquisa para o SUS
Início do conteúdo da página
PESQUISA

UFRB tem três propostas aprovadas no Programa Pesquisa para o SUS

Pesquisadores da UFRB vão receber apoio financeiro para projetos de pesquisa que promovam a melhoria da qualidade da atenção à saúde no Estado da Bahia representando significativa contribuição para o desenvolvimento da Ciência Tecnologia e Inovação em Saúde (CT&IS) no contexto do Sistema Único de Saúde (SUS).
02/03/21 11:21 | 02/03/21 11:36 | 662

Três professores doutores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) foram contemplados nas exigências da Chamada FAPESB Nº 02/2020 – Programa Pesquisa para o SUS (Sistema Único de Saúde): Gestão compartilhada em saúde (PPSUS), lançado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB) cujo resultado definitivo do edital foi divulgado ontem, dia 23 de fevereiro.

As propostas da UFRB aprovadas foram: CoViD-19, uma avaliação dos aspectos associados à infecção pelo SARS CoV-2 entre profissionais da saúde e de suporte em ambiente de trabalho; Proposta de um modelo de cuidado centrado na mulher e seus desfechos perinatais; e Perda da Acuidade Auditiva em Idosos, Raça/cor e Outros Fatores Associados.

No total, das 141 propostas submetidas, 38 foram aprovadas de diversas instituições de ensino e pesquisa da Bahia. Os projetos aprovados têm duração de 24 meses e são contemplados com recursos financeiros não reembolsáveis, limitados no valor de até R$ 200 mil reais por proposta, que buscam manter os agentes do ecossistema de CTI integrados, para promover a qualidade da atenção à saúde no estado da Bahia, com significativa contribuição para o desenvolvimento científico e tecnológico no SUS.

Financiamento do PPSUS

As propostas aprovadas serão financiadas, com recursos de capital custeio no valor global de R$ 5.250.000,00 (cinco milhões, duzentos e cinquenta mil reais), sendo R$ 3.500.000,00 (três milhões e quinhentos mil reais) oriundos do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, do Ministério da Saúde (Decit/SCTIE/MS) a serem repassados por meio do Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq) e R$ 1.750.000,00 (um milhão, setecentos e cinquenta mil reais) oriundos da FAPESB, provenientes do Tesouro do Estado da Bahia.

O PPSUS é estruturado pelo Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB), Fundação de Direito Público vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (SECTI), e da Secretaria da Saúde do Estado do Bahia (SESAB) para apoiar e fortalecer o desenvolvimento de projetos de pesquisa que busquem soluções para as prioridades de saúde e atendam as peculiaridades e especificidades de cada Unidade Federativa.

A aproximação entre os sistemas estaduais de saúde e de ciência e tecnologia e a comunidade científica, promovida pelo PPSUS, permite maior interação entre os atores locais para o fortalecimento da Política Estadual de Saúde.

Veja resultado geral das propostas aprovadas em fapesb.ba.gov.br/chamada-fapesb-no-022020-programa-pesquisa-para-o-sus-gestao-compartilhada-em-saude-ppsus/.

registrado em:
Fim do conteúdo da página