Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

topo Forum 2021

Apresentação

As Políticas de Ações Afirmativas correspondem a políticas contra-hegemônicas, uma resposta radical e necessária ao Estado colonial brasileiro que opera na produção e reprodução de um sistema excludente, negacionista e segregacionista.  As ações afirmativas têm impactado positivamente na produção do conhecimento científico, ressignificado a configuração das universidades brasileiras e possibilitado a promoção de outros horizontes políticos e sociais a populações historicamente marginalizadas. Nesse contexto, a década das Ações Afirmativas instaura uma mudança paradigmática de disputa pelas instituições e pelo projeto de sociedade com consciência política e histórica, alicerçada no direito à memória e à dignidade. 

Nesse contexto, a UFRB foi a primeira universidade brasileira a ter uma Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantis (PROPAAE), a primeira universidade a aplicar, integralmente, a Lei de Cotas em 2012. Nessa direção, em 2018 instituiu o Comitê de Acompanhamento das Políticas Afirmativas e Reserva de Cotas e implementou a reserva de vagas na pós-graduação.

O Fórum Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social do Recôncavo, instituído pelo Conselho Universitário em 2006, provoca toda a sociedade brasileira para a defesa, implementação e fortalecimento das Políticas de Ações Afirmativas na UFRB. A 15ª edição do evento acontecerá, virtualmente, entre os dias 16 e 20 de novembro de 2021 e propõe ampliar o debate sobre as políticas de ações afirmativas por meio de conferências, expressões artístico-culturais, sessões temáticas, produções científicas, publicação de trabalhos em anais e lançamento de livros.

Vídeos de Divulgação

Identidade Visual

Descrição da imagem: fundo de cor areia. À esquerda, a imagem de perfil de uma mulher negra com cabeça elevada, usando batom azul, argola e um turbante estampado com diversas formas geométricas multidimensionais. Alinhado à direita, o título do evento “Políticas Afirmativas: trajetórias de lutas, conquistas e re-existências”, abaixo, o símbolo do machado de Xangô. À direita, em várias cores, o nome do evento: Fórum 2021. Abaixo do machado de Xangô, em vermelho, a descrição da modalidade e a data do evento (evento virtual, 16 a 20 de novembro). À direita, o símbolo da UFRB.

Significado da imagem: a identidade visual da 15ª edição do Fórum Pró-Igualdade Racial e Inclusão Social no Recôncavo traz o tema “Políticas Afirmativas: trajetórias de luta, conquistas e re-existências” de forma leve, porém, bem demarcada. Para o fundo, foi escolhida uma composição de retalhos de figuras geométricas na cor areia. A imagem traz o conceito de diversidade em sua aplicação disforme.

Nas cores utilizadas na ilustração e demais elementos da identidade visual, há a predominância de tons terrosos (marrom, areia, bordô, caramelo, ocre, cobre, coral, rosa queimado, terracota, nude), que além de trazer alegria, beleza e diversidade, simbolizam o respeito à nossa terra mãe, África. As fontes trazem uma tipografia geométrica com referências artísticas, imprimindo um caráter exclusivo à identidade.

Para composição das peças, foi escolhida a família da fonte "Config Rounded", uma estrutura "sans serif" compacta, bem definida e com acabamentos arredondados. Além do já conhecido Machado de Xangô, marca oficial do evento, utilizamos a ilustração de uma mulher negra com o queixo erguido, argolas grandes e um turbante colorido na cabeça. A figura imponente traduz a representação da força imponente do sagrado feminino na construção da humanidade. Ademais, reflete a insurgência, o empoderamento político e a emancipação social conquistada por meio de muitas lutas e da implementação de políticas afirmativas, que atravessaram as fronteiras, os séculos e, nos últimos 10 anos, promoveram revoluções no contexto brasileiro. Essa imagem, pretensiosamente, reflete uma civilização marcada pela beleza da consciência negra e tecnologia ancestral, destaca o reconhecimento das trajetórias de lutas das múltiplas territorialidades por afirmação das identidades e revela a força transgeracional e afrofuturista de nosso povo que re-existe.

Programação

Minicursos e Oficinas

Increva-se no SIGAA

Confira o tutorial em vídeo de inscrições em eventos no SIGAA.

Minicurso/Oficina Data Horário Carga Horária Vagas
O fazer musical antirracista: arte e educação 17 e 18/11 19h às 21h e 08h às 10h 4 Horas 35
População Preta: Uma Fronteira entre liberdade e loucura 17/11 19h às 21h 2 horas 40
Por quê devemos debater branquitude? Uma reflexão acerca da branquitude no contexto brasileiro tendo como base a obra "Um defeito de cor", de Ana maria Gonçalves 17 e 18/11 19h às 21h e 08 às 10h 4 horas 40
Quesito Raça-Cor 17/11 19 às 21h 2 horas 25
Análise de material didático 18 e 19/11 08h às 10h e 14h às 16h 4 horas 100
Lab. Fotoperformance - Memórias do Território 19/11 14h às 16h 2 horas 10
Oficina de Teatro Brincantes 19/11 14h às 16h 2 horas 15
Escrita Criativa: "Falando em Línguas" com Glória Anzaldúa 18 e 19/11 08h às 10h e 14h às 16h 4 horas 20
Sala de Coco 17/11 19h às 21h 2 horas 50
Cine Negras - Debates sobre a polulação negra e a COVID-19 19/11 14h às 16h 2 horas 50
Oficina de Dramaturgia Marginal Periférica em seu campo expandido: a escrevivência enquanto mote narrativo 19/11 14 às 16h 2 horas 15
Cinemas africanos: tendências teóricas e analíticas 18 e 19/11 08h às 10h e 14 às 16h 4 horas 30
Ensino de história e poesia negra 18 e 19/11 08h às 10h e 14h às 16h 4 horas 25
Saúde, educação antirracista e empoderamento de mulheres 19/11 14h às 16h 2 horas 40

Fale Conosco

Quer falar conosco ou tirar alguma dúvida? Estamos a disposição no e-mail forum20denovembro@ufrb.edu.br.

Fim do conteúdo da página