Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

O Memorial

O Memorial do Ensino Agrícola Superior da Bahia (Measb), sediado no campus da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, em Cruz das Almas, possui um acervo rico e diversificado com peças datadas do século XVIII ao XX.  A sua criação, em 2004, cumpre a justa função de reconhecer a importância histórica, cultural e acadêmica da coleção centenária sob guarda da Universidade.

A sede do Measb, uma casa da antiga Escola de Agronomia, abriga o acervo composto por quadros, documentos, livros, teses, fotografias e modelos didáticos, entre outros. Tais peças ajudam a revelar o processo histórico em que o investimento em ciência e tecnologia foi priorizado como mecanismo para reverter o quadro crítico e adverso que passava a agricultura brasileira no século XIX. 

Os problemas na área da produção agrícola, como a escassez de mão-de-obra, a falta de capital e o atraso tecnológico, impulsionaram a criação da primeira instituição de ensino superior agrícola da América Latina - o Imperial Instituto Bahiano D’Agricultura  – em 1859, por D. Pedro II, no Engenho de São Bento das Lages, em São Francisco do Conde. 

O processo de recuperação do acervo se intensificou a partir de  2012 com avanços nas ações de conservação e preservação patrimonial, para tornar as coleções acessíveis ao público, bem como a implementação de novos instrumentos de gestão da instituição museal. O trabalho envolveu docentes, discentes e técnicos da UFRB nas atividades de higienização, recuperação, acondicionamento, catalogação e construção de inventário documental.

O projeto “Measb: (re)viva essa memória”, criado em 2016, reuniu um conjunto de ações educativas e culturais, com o objetivo de estimular a visitação do Memorial e consolidá-lo como equipamento cultural a serviço da sociedade. Uma das importantes ações do (re)viva foi a qualificação da identidade visual do Memorial. A marca do Measb, fruto desse contexto, traz como símbolo uma estilização da fachada da sede da primeira escola agrícola da Bahia.

No ano de 2018, o Memorial criou a Política de Aquisição do Acervo, submeteu o seu patrimônio a um processo de Documentação Museológica e produziu materiais gráficos de divulgação. As ações foram possíveis com o apoio financeiro do Fundo de Cultura, através do Edital  Setorial de Museus 2016 - 20/2016, do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia, Secretaria da Fazenda, Secretaria de Cultura, Governo do Estado da Bahia.

O Measb é gerido pelo Núcleo de Gestão do Memorial (Numem), da Coordenadoria de Cultura e Universidade, da Pró-Reitoria de Extensão da UFRB. O acervo está disponível para pesquisa, estágio e visitação, mediante agendamento por e-mail.

Fim do conteúdo da página