Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Novo anfíbio e impactos da pandemia no jornalismo no Univerciência
Início do conteúdo da página
Univerciência

Novo anfíbio e impactos da pandemia no jornalismo no Univerciência

03/07/21 08:34 | 03/07/21 08:35 | 279

O Univerciência deste sábado (3) vai mostrar a descoberta de uma nova espécie de anfíbio e a criação de um sistema de alerta de desmatamento do bioma caatinga. O programa traz ainda o impacto da pandemia na vida dos profissionais que trabalham com a informação. No ar pela TVE aos sábados, às 14h30, o programa tem horários alternativos às segundas-feiras, às 20h, e quartas-feiras, às 7h30.

Pesquisadores da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), em parceria com cientistas da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e da Universidade de São Paulo (USP), descobriram uma nova espécie de anfíbio na Mata Atlântica da Bahia, o “Phyllodytes magnus”, popularmente conhecido como perereca. Parte importante da teia alimentar, os anfíbios se alimentam de insetos e servem de alimentos para outras espécies. Entre outras contribuições, os estudos que vêm sendo realizados estão focados na investigação da possibilidade desses animais se alimentarem de larvas de mosquitos “Aedes aegypti”, nome científico do mosquito da dengue.

O bioma caatinga está presente em todos os estados do Nordeste e também no norte de Minas Gerais. No programa, os pesquisadores da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) trazem o alerta de ameaça ao bioma, que é 100% brasileiro. A equipe de cientistas da universidade desenvolveu o “Sad Caatinga”, primeiro sistema de alerta de observação baseado em inteligência artificial, por meio de imagens transmitidas por satélite, do desmatamento de florestas secas. A plataforma de monitoramento relata e comunica o ritmo de desmatamento na região.

A pandemia mudou o mundo e mexeu com a vida de todos. Diversas profissões sofreram alterações e precisaram de adaptação para estes novos tempos. Uma pesquisa desenvolvida pela Universidade de São Paulo (USP), em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC) e outras universidades brasileiras, ouviu cerca de 600 jornalistas de todo o Brasil e apontou as principais mudanças na rotina de quem trabalha com a informação. O Univerciência vai falar de uma dessas mudanças, o home office, quando muitos profissionais passaram a realizar o trabalho a partir de casa. Os estudos concluíram que essa mudança não foi dada de forma harmoniosa e chegou trazendo muitos desafios e necessidades de adaptações.

O programa Univerciência tem a participação de instituições de todos os estados nordestinos a partir da parceria entre as universidades e televisões públicas da região. A produção do conteúdo é colaborativa e a veiculação acontece em TV’s públicas, educativas, culturais e universitárias, e nos canais das emissoras e das universidades na Internet.

Onde assistir

Sábado, 03/07, às 14h30, no canal do Youtube da TVE.

Segunda, 05/07, às 10h, no canal do Youtube da TV UFRB.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página