Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > UFRB abre seleção para Mestrado Profissional em Saúde da População Negra e Indígena
Início do conteúdo da página
PÓS-GRADUAÇÃO

UFRB abre seleção para Mestrado Profissional em Saúde da População Negra e Indígena

14/04/22 09:01 | 14/04/22 09:27 | 1404

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) divulga processo seletivo do Programa de Mestrado em Saúde da População Negra e Indígena (PPGSPNI), com ingresso previsto para o semestre acadêmico de 2022.2.

As inscrições acontecem no período de 18 de abril a 13 de maio, no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA). A documentação comprobatória deverá ser apresentada no ato da inscrição.

No total, são ofertadas dez vagas. Uma vaga poderá ser ocupada por servidores técnico-administrativos do quadro efetivo da UFRB, cinco vagas são reservadas à política de cotas da UFRB e quatro vagas destinadas para ampla concorrência. O resultado de cada etapa e o resultado final do processo seletivo será divulgado em: ufrb.edu.br/mprofsaudenein.

Podem candidatar-se a ingressar ao curso de pós-graduação portadores de diploma de nível superior na área de saúde ou afins legalmente reconhecido pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), profissionais do Sistema Único de Saúde, profissionais que atuam com comunidades tradicionais e indígenas e profissionais liberais com histórico no tema. 

O mestrado tem a área de concentração em Políticas e Ações de Saúde e duas linhas de pesquisa: Linha 1: Epidemiologia, Planejamento, Gestão em Saúde, Racismo Institucional e Iniquidades em Saúde; e Linha 2: Conhecimentos tradicionais, adoecimento, cuidados, saberes e práticas de saúde e cura.

Pioneiro no Brasil

A proposta de mestrado profissional nasceu na área de Saúde Coletiva, por identificação na área, da presença de muitos professores com projetos de pesquisa e extensão relacionados a temática das desigualdades em saúde, pelo reconhecimento das características demográficas regionais do Recôncavo da Bahia e pelo próprio perfil da UFRB, composta da comunidade acadêmica mais negra do Brasil, como consta em seu Plano de Desenvolvimento Institucional, PDI (UFRB, 2014).

O curso de Mestrado Profissional em Saúde da População Negra e Indígena é pioneiro e inédito no País ao contemplar a temática da saúde da população negra e indígena. A Bahia, o Estado mais negro do País, tem 81,4% da população autodeclarada descendente de africanos (60% pardos e 21,4% pretos) e existem, hoje, cerca de quinze povos indígenas, com população próxima de 40 mil indivíduos, vivendo em pelo menos 33 territórios, em 27 municípios e cerca de cem comunidades locais.

O mestrado profissional tem por objetivo qualificar quadros técnicos responsáveis pela gestão de políticas públicas de saúde em órgãos governamentais e não governamentais visando a otimização das práticas de gestão e de combate ao racismo institucional no SUS (Sistema Único de Saúde).

Confira o Edital Nº 01/2022.

Mais informações em ufrb.edu.br/mprofsaudenein.

registrado em:
Fim do conteúdo da página