Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Notícias > Chikungunya, reutilização da água de esgoto e corante natural no Univerciência
Início do conteúdo da página
Univerciência

Chikungunya, reutilização da água de esgoto e corante natural no Univerciência

29/04/22 15:54 | 29/04/22 15:54 | 216

Neste sábado (30), às 14h30, na TVE, o Univerciência vai mostrar um estudo sobre a relação da febre chikungunya como gatilho para diferentes problemas renais e um experimento que reutiliza água de esgoto. O programa vai mostrar ainda um corante totalmente natural extraído de uma fruta e um Portal com informações sobre a diversidade da fauna brasileira. Sempre aos sábados, o Univerciência é exibido também em horário alternativo às segundas-feiras, às 20h30.

A chikungunya é uma doença viral transmitida por mosquitos e identificada em mais de 60 países. O Univerciência vai mostrar uma pesquisa da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que estuda a febre chikungunya como gatilho para diferentes problemas renais. Recentemente publicado na revista internacional journal of nephrology, a pesquisa investigou uma possível relação entre o vírus da chikungunya e o desenvolvimento de alterações renais, especialmente em indivíduos geneticamente suscetíveis. A principal conclusão é que o vírus da chikungunya pode potencializar lesões renais com diferentes níveis de gravidade e em estágios distintos da infecção.

Um experimento realizado por pesquisadores da Universidade Federal de Sergipe (UFS) em uma plantação de palma forrageira tem comprovado a eficácia da reutilização da água de esgoto. O telespectador vai conhecer a pesquisa, desenvolvida na estação de tratamento de esgoto sanitário da Companhia de Saneamento Básico de Sergipe (DESO), que tem apresentado resultados parciais considerados promissores diante do padrão de qualidade da água residuária, após o tratamento, que poderá ser utilizada para a irrigação.

Uma pesquisa científica, desenvolvida por meio de colaboração entre a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Associação dos/as Agricultores da Serra dos Paus Doias (AGRODÓIA-PE) desenvolveu um corante natural extraído dos frutos da murta, fruta que, além de ter alta atividade antioxidante e propriedades anti-inflamatórias, possui ação associada à redução do risco de doenças cardiovasculares, diabetes e câncer. No ramo dos alimentos, a nova substância surge como alternativa aos convencionais corantes artificiais industrializados e ainda podem ser utilizados para adição de propriedades bioativas, naturalmente presentes nesses pigmentos.

Ainda nesta edição, o Univerciência vai mostrar o Portal de Zoologia de Pernambuco, projeto colaborativo no qual ferramentas da internet e da cartografia permitem que cidadãos, estudantes, professores e pesquisadores, contribuam na divulgação de fotos, localização e informações sobre espécies de animais selvagens encontradas em Pernambuco e em outros lugares do Brasil. O objetivo principal do Portal, desenvolvido por professores da Universidade de Pernambuco (UPE) é mostrar o quanto a fauna brasileira é diversa e ainda desconhecida.

Primeiro programa brasileiro de TV e Internet dedicado à popularização da ciência produzida no nordeste brasileiro, o Univerciência foi criado em 2020 pela TV UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia), e transformou-se, a partir da parceria entre a TVE Bahia e 40 instituições públicas de ensino superior de toda a região, em um conteúdo colaborativo com alcance e repercussão nacional, através da veiculação em TV’s públicas, educativas, culturais e universitárias, e nos canais das emissoras e das universidades na Internet.

O programa pode ser assistido em diferentes dias e horários nas diversas emissoras de TV aberta, em 12 estados brasileiros, além do Canal Saúde e Canal Futura, e é disponibilizado semanalmente nos canais na Internet por cada TV e universidades participantes, alcançando juntos cerca de 100 milhões de pessoas. Entre estudantes, docentes e técnicos, o Univerciência conta com mais de 800 mil pessoas envolvidas na sua realização, com um alcance de mais de 8 milhões de pessoas nas redes sociais.

registrado em:
Fim do conteúdo da página