Fechar
Página inicial Notícias Estudantes da UFRB ganham prêmio inédito em evento nacional de comunicação
PREMIAÇÃO

Estudantes da UFRB ganham prêmio inédito em evento nacional de comunicação

18/09/23 08:55 , 18/09/23 09:27 | 1450
imagem sem descrição.

Estudantes do curso de Publicidade e Propaganda do Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL) ganharam um prêmio inédito para a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), durante o 46º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (INTERCOM), realizado na Pontifícia Universidade Católica de Minas (PUC Minas), em Belo Horizonte/MG, no período de 5 a 8 de setembro de 2023. O Intercom é o maior evento da área de Comunicação da América Latina.

Como parte da programação do evento, a Expocom – Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação, além de uma exposição, é um prêmio destinado aos melhores trabalhos experimentais produzidos exclusivamente por estudantes no campo da Comunicação. O trabalho “Burguer Bão” foi eleito o melhor na categoria “jingle”, concorrendo com universidades de todo país, entre instituições de ensino públicas e privadas. O produto foi desenvolvido pelos estudantes Abner Gonzaga, Maria Clara Falcón, Andreza Lima e Júlia Soares, com orientação da professora Ana Luisa Coimbra.

A UFRB ainda foi finalista em duas outras categorias: “melhor Projeto de comunicação integrada”, realizado pelos(as) discentes de Publicidade e Propaganda Deborah Sales e Uanderson Lima, com orientação da professora Alene Lins e “melhor Documentário jornalístico e grande reportagem em áudio e rádio”, realizado pelos(as) estudantes do curso de Jornalismo, Ana Beatriz da Silva, João Pedro Carneiro, Denia Carneiro e Glória Menezes, com orientação do professor Guilherme Fernandes.

Para Abner Gonzaga, aluno e líder do trabalho vencedor que esteve presente no evento, “participar e ser premiado nacionalmente como melhor jingle no maior congresso de comunicação é muito gratificante e importante, já que mostra o quanto nós estudantes de universidade pública, apesar de todas limitações existentes, somos capazes de conquistar e ocupar esses espaços, saindo não só com prêmios nas mãos, mas com experiências que levaremos para a vida toda”. Segundo o estudante, essa conquista é reflexo da persistência e de todo trabalho coletivo desenvolvido por alunos e professores do curso.

Com a esperança de que o prêmio sirva de inspiração para outros estudantes e para levar o nome da UFRB ainda mais longe, Abner Gonzaga reconhece a importante parceria firmada com as colegas que integraram a equipe de trabalho e estende os agradecimentos à Saulo Leal, Diretor de Som e servidor técnico da UFRB, que ajudou na produção do jingle e ao trabalho da professora-orientadora e coordenadora do Bacharelado em Publicidade e Propaganda, Ana Luisa Coimbra, “que acreditou na gente e no Burguer Bão até quando nós mesmos não acreditávamos”.

Para a professora Ana Luisa Coimbra, é uma imensa alegria ver a UFRB e os cursos de Publicidade e Propaganda e de Jornalismo como finalistas de um prêmio nacional, ainda mais quando se trada da Intercom, instituição que promove o mais importante evento acadêmico da área da Comunicação, tendo em vista sua longevidade, número de participantes envolvidos e impacto na produção do conhecimento científico dentro e fora do Brasil.

A professora lembra que é a primeira vez que a universidade chega a este prêmio nacional como finalista em três categorias, bem como é inédito o fato de ter alcançado a vitória.  “Além do prêmio reconhecer e valorizar os produtos comunicacionais desenvolvidos pelos alunos de Publicidade e Propaganda, o êxito traz também visibilidade para a UFRB ao ressaltar os trabalhos de excelência que são produzidos aqui”.

A coordenadora do Expocom e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom), professora Ariane Pereira, explicou que “depois de três anos de pandemia, nós batemos recordes no Expocom este ano. A gente teve trabalhos concorrendo em todas as 65 modalidades do nosso prêmio". "Nessas 65 modalidades no nacional, a gente teve 271 trabalhos concorrendo”, continuou Ariane. “Essa é uma demonstração de como a gente produz conhecimento diariamente”, acrescentou a coordenadora.

Solenidade de premiação do Expocom.

Na dúvida, fale conosco!