Fechar
Página inicial Notícias UFRB oferece 52 vagas em três cursos de mestrado nos campi de Amargosa e Cachoeira
Seleção

UFRB oferece 52 vagas em três cursos de mestrado nos campi de Amargosa e Cachoeira

03/10/23 10:19 , 03/10/23 10:22 | 3541
imagem sem descrição.

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) abre três processos seletivos para ingresso de alunos regulares em cursos de pós-graduação, em nível de mestrado, para ingresso no primeiro semestre acadêmico de 2024. São oferecidas 52 vagas distribuídas nos cursos em Educação do Campo; em História da África, da Diáspora e dos Povos Indígenas; e em Política Social e Territórios, ministrados nos campi de Amargosa e Cachoeira. A taxa de inscrição dos interessados é no valor de R$ 65,00.

Educação do Campo

O processo seletivo para o ingresso de alunos regulares no Mestrado Profissional em Educação do Campo (PPGEDUCAMPO), oferecido no Centro de Formação de Professores (CFP), em Amargosa, tem vinte vagas. Das vagas, duas poderão ser ocupadas por servidores Técnico-Administrativos da UFRB; e atendendo à política de cotas, quatro vagas poderão ser destinadas a candidatos autodeclarados negros; uma vaga para pessoas com deficiência; e três vagas para indígenas, quilombolas e pessoas trans.

As inscrições acontecem por meio do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) até 20 de outubro.

O curso de mestrado tem como público preferencial os profissionais da educação (docentes, gestores e técnicos) e educadores do campo que têm como lócus de atuação profissional as escolas do campo, secretarias de educação, comunidades rurais (assentamentos, acampamentos, comunidades ribeirinhas, indígenas, quilombolas, de terreiro, fundo e fecho de pasto) e movimentos sociais e sindicais do campo.

O foco da formação é a Educação do Campo no contexto social, político e econômico da realidade agrária brasileira, podendo ser admitidos/as candidatos portadores de diploma de ensino superior nas diversas áreas do conhecimento.

O curso de mestrado tem por propósito intermediar o diálogo entre a diversidade camponesa e o fazer pedagógico visando contribuir para que os docentes das redes públicas de ensino, gestores públicos e articuladores dos movimentos e redes sociais do campo possam redimensionar suas leituras sobre a realidade agrária brasileira, redefinindo suas práticas pedagógicas e os modelos de gestão das escolas do campo buscando o avanço na escolarização, na formação, pesquisa e extensão capaz de preparar sujeitos aptos a dialogar e intervir nos processos de elaboração das políticas de desenvolvimento agrário na Bahia e no Brasil.

A Área de concentração é Educação do Campo e abrange três linhas de pesquisa: Linha 1 – Formação de Professores e Organização do Trabalho Pedagógico nas Escolas do Campo; Linha 2 – Agroecologia, Trabalho, Movimentos Sociais do Campo e Educação; e Linha 3 – Cultura, Raça, Gênero e Educação do Campo.

O processo seletivo será constituído de quatro etapas: Prova Escrita; Plano de Trabalho;  Entrevista; e Análise do Curriculum no modelo da Plataforma Lattes.

Confira o edital.

Mais em ufrb.edu.br/ppgeducampo.

imagem sem descrição.

História da África

São oferecidas vinte vagas para o Mestrado Profissional em História da África, da Diáspora e dos Povos Indígenas, ministrado no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), em Cachoeira. Das vagas, quatro vagas são reservadas para professores da rede pública; quatro vagas são reservadas para negros; uma vaga para pessoas com deficiência; três vagas para indígenas, quilombolas e pessoas trans; e duas vagas reservadas aos servidores técnico-administrativos da UFRB.

Os interessados em se inscrever devem acessar o Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA), no período de 9 a 31 de outubro.

Poderão participar do processo seletivo graduados ou graduandos de qualquer área.

Os objetivos do mestrado são formar profissionais docentes, gestores e técnicos, de preferência os que atuam em salas de aula, para desenvolverem, de forma plena e inovadora, projetos e produtos pedagógicos para aplicação das leis 10.639/2003 e 11.645/2008, que estabelecem diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática História e Cultura Africana, Afro-Brasileira e Indígena; e formar profissionais capazes de compreender e criar diretrizes operacionais e curriculares; desenvolver políticas públicas em torno da aplicação das referidas leis; operacionalizar instrumentos que permitam o ensino da matéria, organizar sequências documentais, fontes históricas e produzir conhecimento especializado na temática História e Cultura Africana, AfroBrasileira e Indígena.

A área de concentração deste Programa de Mestrado Profissional é História da África, da diáspora e dos povos indígenas e abrange duas linhas de pesquisa: Ensino de História, Educação Interétnica e Movimentos Sociais; e História da África, da Diáspora e dos Índios nas Américas.

A seleção ocorrerá em três etapas de avaliação: Avaliação do Projeto; Prova escrita e Entrevista.

Confira o edital.

Mais em ufrb.edu.br/mphistoria.

imagem sem descrição.

Política Social e Territórios

O Mestrado em Política Social e Territórios (POSTERR), ministrado no Centro de Artes, Humanidades e Letras (CAHL), em Cachoeira, oferece doze vagas. Das vagas, uma é reservada para servidor técnico-administrativo; duas vagas poderão ser destinadas a candidatos autodeclaradosnegros; uma vaga para pessoas com deficiência; e duas vagas para indígenas, quilombolas e pessoas trans.

Poderão participar do processo seletivo graduados ou graduandos de Serviço Social e outras áreas, com competência teórica, crítica e generalista nas áreas de gestão, formulação, implementação, análise e avaliação de políticas sociais.

As inscrições dos interessados prosseguem até o dia 20 de outubro no Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA).

O curso tem como objetivo formar recursos humanos qualificados para o ensino superior, a pesquisa, a produção de conhecimento, o planejamento, a gestão, a
análise e execução de políticas sociais territoriais, fomentando a produção e difusão de conhecimento em âmbito nacional, regional e local, em uma perspectiva totalizante, histórica e culturalmente referenciada.

O Programa de Pós-Graduação em Política Social e Territórios está localizado na área 32 na CAPES – Serviço Social e possui duas linhas de pesquisa: Políticas Sociais, Territórios e Estado; e Trabalho, Direitos e Serviço Social.

Confira o edital.

Mais em ufrb.edu.br/ppgpst.

Na dúvida, fale conosco!