Fechar
Página inicial Notícias Parcerias da UFRB com universidades internacionais geram resultados positivos
Internacionalização

Parcerias da UFRB com universidades internacionais geram resultados positivos

19/04/24 11:39 , 19/04/24 14:05 | 889
imagem sem descrição.

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) tem a internacionalização e os laços de cooperação interinstitucionais ampliados e consolidados por meio das ações promovidas pela Superintendência de Assuntos Internacionais (SUPAI). O estabelecimento de novos acordos é um dos procedimentos que visa a expansão dos horizontes da Universidade em termos de ensino, pesquisa e extensão, além do desenvolvimento científico, tecnológico e cultural, com inserção internacional.

Um acordo de Cooperação Internacional é celebrado mediante iniciativas da UFRB ou das instituições de ensino superior estrangeiras. A solicitação acontece após contatos prévios entre docentes da casa e a universidade do exterior ou a partir do interesse dos discentes na mobilidade acadêmica internacional. Em alguns casos, são abertos editais específicos, a exemplo do Brasil França Agricultura (Brafagri), um programa de intercâmbio, nas áreas de Ciências Agronômicas, Agroalimentares e Veterinária, desenvolvido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Atualmente, a UFRB tem 32 acordos internacionais e protocolos de intenções em vigência com instituições da Alemanha, Argentina, Áustria, Cuba, Espanha, França, Itália, México, Moçambique, Portugal e Reino Unido. A internacionalização é fundamental para a diversidade e inovação técnico-científica na aprendizagem, produção e difusão de conhecimentos, e contribui para as experiências pessoais dos estudantes, docentes e técnicos(as).

Servidora mentora internacional

Foi por meio de um convênio entre a UFRB e a Universidade do Minho (UMinho), em Portugal, que a técnica administrativa Janete dos Santos fez o doutoramento na instituição portuguesa, em 2013. Janete é Coordenadora de Políticas e Planejamento na Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), atuando na área de gestão de políticas públicas educacionais. Ao longo do doutorado, dedicou-se a estudar evasão. Em 2017, defendeu a tese “A evasão nos cursos de graduação da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia pós-Enem/SiSU”.

“Durante o período de doutoramento, passei um tempo em Portugal aproveitando bem o espaço da Universidade para desenvolver minha pesquisa, participando de eventos e tendo momentos de orientação presencial”, conta a servidora que esteve entre os 28 contemplados pela Cooperação Técnico Científica e Cultural. O objetivo do acordo era a formação de  docentes e técnicos(as) administrativos(as) da UFRB.

janete

Passados sete anos da conclusão da pós-graduação, Janete e a UFRB ainda colhem os frutos da parceria com a instituição portuguesa. Este ano, a servidora foi selecionada como Profissional Alumni UMinho com carreira de sucesso fora de Portugal e honrada como mentora para o Programa de Mentoria Internacional da Universidade. O Programa dura cerca de quatro meses, em formato on-line, e prevê o contato entre os(as) mentores(as) e os(as) mentorandos(as), propondo o desenvolvimento de competências transversais importantes para o crescimento pessoal e a integração profissional dos estudantes.

Para a mentora, a seleção e o reconhecimento como egressa com destaque profissional vão contribuir para o aprimoramento da sua própria experiência na área da educação. “Conforme os objetivos do programa, terei a oportunidade de dialogar com pessoas de diferentes áreas de conhecimento, o que, com certeza, será um aprendizado para mim”, afirma.  

Estudante intercambista no Brafagri 

Para a comunidade estudantil, a possibilidade de fazer parte dos estudos em uma instituição estrangeira pode significar uma formação ainda mais qualificada e uma experiência pessoal única. Por meio das parcerias com universidades internacionais, a UFRB já proporcionou essa vivência a 288 estudantes. 

O egresso do Bacharelado em Agronomia, Mateus Santos Ribeiro, foi um dos contemplados com a mobilidade internacional. Em 2021, durante a graduação, ele fez intercâmbio na França por meio do Brafagri. “Foi uma experiência que me fez ver o mundo de uma outra ótica, de uma outra maneira, principalmente porque eu estava inserido em vários grupos de culturas diferentes, pessoas que pensavam diferente, língua diferente, maneiras de agir diferente. Então isso me fez crescer enquanto pessoa e, principalmente, enquanto estudante”, conta Mateus.

mateus

Para a seleção no programa, o estudante precisou preencher os requisitos de participação no edital de mobilidade externa, entre eles, alcançar o nível B1 em Língua Francesa. Durante o processo de aprendizagem do idioma, foram desenvolvidas habilidades de conversação e compreensão essenciais para o convívio e integralização no país de destino.

Ao longo do intercâmbio, Mateus passou por duas instituições em diferentes regiões da França: o Instituto Nacional Superior de Ciências Agronômicas, de Alimentação e de Desenvolvimento - Agro Sup Dijon, por seis meses; e na cidade de Nantes, no oeste francês, onde fez estágio em agricultura urbana - área escolhida para o seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). 

O aprendizado adquirido com a experiência no exterior, segundo ele, foi de “extrema importância” para a sua formação acadêmica e motivação para seguir os estudos na área. “Aproveitando também esse embalo das atividades acadêmicas, entrei no mestrado. Estou fazendo mestrado em Engenharia Agrícola”, apontou o estudante.

Graças ao intercâmbio, Mateus teve a oportunidade de melhorar a fluência no Francês e, por isso, em 2023, foi aprovado na seleção para atuar como professor do idioma para novas turmas de estudantes da UFRB inscritos no programa. Sobre a mobilidade internacional, e em especial, ao Brafagri, o discente é taxativo. “Não me canso de falar e de também encorajar os outros alunos a fazerem o mesmo, até porque eu tenho certeza de que a partir do momento que eles voltarem da França, eles nunca mais serão os mesmos”, disse.

Saiba mais

A comunidade acadêmica — estudantes, professores(as) e técnicos(as) — interessada em participar em programas de intercâmbio internacional pode acompanhar os editais de seleção, saber quais as instituições conveniadas ou, ainda, sugerir novos acordos na Página da SUPAI.

Dinheiro real e bonus para jogar como aviator estao aqui!

https://marsbet-casino.com.br/

Na dúvida, fale conosco!