Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Semana Profissionais da Saúde COVID 19 (Card)

Escrito por Anderson | Criado: Sexta, 05 Junho 2020 12:32 | Publicado: Sexta, 05 Junho 2020 12:32 | Acessos: 88

Na emergência o sujeito que atende vivencia diversas situações dolorosas, de estresse e de muita tensão, porém, quando ele sai do espaço de trabalho sua vida está mantida como a deixou ao sair de casa, ele segue contando com sua rede de apoio e podendo dar conta da sua rotina.

No desastre o sujeito que atende também está envolvido / atravessado pelo mesmo cenário das pessoas que ele está cuidando. O espaço mais protegido, onde ele não pode ‘esquecer’ um pouco os problemas do trabalho, não existe, uma vez que ele também está em risco – dentro e fora de lá. Isto traz diferentes significados e implica diretamente na sua capacidade, na sua atuação e na sua saúde mental.

 


 

 

Use as ferramentas que você já conhece – tudo que você aprendeu e vivenciou ao longo do tempo de atuação pode encontrar espaço, de algum modo, mesmo que adaptado, dentro deste cenário. Não ache que você não sabe nada! O que você carrega até aqui tem valor e deve ser usado;

É fundamental conhecer as estratégias das políticas públicas do seu município (independente se você trabalha no setor público ou privado) para ir adaptando seu trabalho a elas. São indicações preciosas e importantes, que lhe ajudarão a nortear sua prática;

Não é momento de gastar tempo e energia tentando criar novas práticas do zero, é momento de adaptação! Com o passar do tempo coisas novas irão surgir a partir daí.

 


 

 

 

Sim, é possível e necessário! Como? Aí vão algumas sugestões.

Religar os sujeitos ao que os conecte a afetos importantes (fotos, músicas, vídeos, áudios, qualquer objeto que possua um valor afetivo pode e deve ser apresentado ao sujeito;

Se conectar ao outro. O ato de cuidar de algo ou alguém nos liga à vida. Perceba quem são as pessoas que lhe ajudam a se sentir bem neste momento, seja os colegas de trabalho, a equipe que lhe apoia, sua família e até mesmo alguns pacientes que lhe remetem a pessoas queridas e a boas lembranças / sentimentos.

A sensação de pertencimento a uma rede sócio afetiva e a sensação de solidariedade são fatores de alívio, felicidade e bem estar. Você está fazendo o melhor que você pode!

 


 

 

"Se e quando puder, fique em casa o máximo possível, use máscaras ao sair, lave sempre as mãos e aumente a imunidade", é a resposta que ouvimos - bom, se sentir pertencente a algo, a um grupo e não se sentir só, também faz extremamente bem a saúde!

A rede sócio afetiva que temos também pode aumentar nossa imunidade. .

Use todos os meios que possui para estar próximo de quem você ama - ligações, fotos, vídeos, áudios, rememorar momentos bons, conversar com quem está em casa com você, falar pela janela com os vizinhos, escrever e-mails para pessoas queridas, e o que mais for possível dentro da sua realidade.

É necessário isolar o vírus, mas não as relações!

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página