Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Colegiado

Coordenação

Kleyson Rosário Assis (Coordenador)

Giovana Carmo Temple (Vice-coordenadora)

Portaria Nº 1051, de 17 de dezembro 2020

 

Demais membros

Rafael dos Reis Ferreira

Ricardo Henrique Resende de Andrade

Thiago Rodrigo de Oliveira Costa

 


 Atendimento ao aluno

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Telefone: (75) 3634-2452

 


Legislação

A Resolução CONAC 008/2009, que trata do Regimento Interno dos Colegiados de Curso da UFRB, em seu Art. 1º, define que "O Colegiado de Curso é órgão da adminitração setorial de deliberação coletiva, supervisão e coordenação didático-pedagógica de cada curso e integra a estrutura da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia."

O Art. 2º da referida Resolução diz que "Para fins didático-pedagógicos, o Colegiado de Curso deverá articular-se com os Centros a que pertence os componentes curriculares, com a Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD e com o Conselho Acadêmico - CONAC."

 


Regulamentação, tarefas rotineiras e documentos para a Coordenação

 

A) Acesso da Coordenação ao SIGAA: De posse da Ata do Colegiado da eleição da Coordenação, recomenda-se que a mesma solicite, imidiatamente, o acesso ao SIGAA na função módulo coordenador; essa solicitação é feita à COTEC. Ao ter acesso, confira os tutoriais do SIGAA - Módulo CoordenadorAlém disso, é importante acompanhar a publicação da Portaria de Nomeação no site da UFRB.

 

B) Manual do Coordenador de Graduação da UFRB: o objetivo deste Manual é fornecer subsídios ao coordenador de Colegiado de Curso de Graduação para realizar as atividades administrativas e pedagógicas próprias das suas competências, definidas no Estatuto da UFRB1, no Regimento Geral da UFRB, no Regulamento de Ensino de Graduação da UFRB e na Resolução CONAC que dispõe sobre o Regimento Interno dos Colegiados dos Cursos de Graduação.

 

C) Planejamento e acompanhamento: Verificar e acompanhar o Cronograma de Atividadades previsto no Calendário Acadêmico, com destaque para as seguintes etapas de interesse da Coordenação:

Planejamento do semestreAntes do final de cada semestre, com data estipulada pela Gestão de Ensino do Centro, a Coordenação inicia o planejamento para o semestre seguinte. Neste período de Planejamento, deve-se ficar atento às seguintes etapas: a) Levantamento das demandas de componentes para atender às necessidades dos alunos; b) Solicitação dos Plano de Curso para os docentes.

Cadastro dos Componentes: Nesta etapa, a Coordenação deve acompanhar e verificar o cadastrado dos componentes no SIGAA realizado pela Gestão de Ensino no prazo estipulado para verificar se foi feito corretamente e se é necessário algum ajuste. 

Matrículas: 1) Acompanhar e orientar os discentes na inscrição e exclusão semestral das matrículas em componentes. Esse processo é realizado primeiramente pela SURRAC - A Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos. 2) Após esse acompanhamento, em um determinado período, previsto no Calendário Acadêmico, a Coordenação do Colegiado poderá fazer ajustes de inscrição de discentes em componentes curriculares dentro do prazo estipulado no Calendário. Confira o Tutorial de Ajuste de Matrícula.

 

D) Processos: Solicitações administrativas e acadêmicas da Coordenação devem ser realizadas via processo através do SIPAC - Sistema Integrado de Patrimônio de Administração de Contratos. Para isso, existem tutoriais com orientações de uso do SIPAC, como Acessar este Sistema; Abrir, Enviar, Receber e Assinar Processos; Cancelar Encaminhamento de Processo; Consulta Geral de Documentos. Se necessário, acesse também o Manual do SIPAC.

 

E) Documentos

Clique aqui para acessar Documentos Gerais da UFRB (Estatuto, Regimento Geral, Regulamento do Ensino de Graduação, Legislações Gerais da UFRB) e do Curso de Filosofia (PPC, ACC, TCC, Estágio); Orientações Normativas PROGRAD, Resolução Colação de Grau. Acesse também Documentos e Orientações Normativas no site do CFP. 

 

F) Normas e princípios de conduta do servidor

Informações sobre Integridade Pública: Clique aqui para acessar o Plano de Integridade Pública da UFRB e também conteúdos em formatos de cards e vídeos sobre assédio moral e sexual, responsabilização, conflito de interesse, denúncias e proteção aos documentos. 

Manual de Conduta do Agente Público Civil do Poder Executivo Federal: O presente Manual tem por objetivo organizar as disposições relacionadas à conduta profissional; disseminar boas práticas que se constituem no padrão de comportamento que é esperado do servidor; e auxiliar no aprimoramento de uma cultura organizacional fundamentada no princípio da integridade.

Cartilha sobre Assédio Moral e Sexual: a Unidade de Gestão da Integridade (UGI) da UFRB, juntamente com a Ouvidoria e o Gabinete da Universidade, elaboraram essa Cartilha com o objetivo de oferecer à comunidade informações que possibilitem a identificação de situações que caracterizem o assédio moral ou sexual no ambiente de trabalho, bem como as providências cabíveis para garantir a proteção da vítima e a responsabilização do assediador.

 

G) Medidas de combate à evasão e retenção

Em 2021 foi constituída uma comissão no âmbito do NDE do Curso de Filosofia da UFRB para apresentar um estudo sobre a evasão do Curso e, com isso, propor medidas de combate à evasão no Curso. Dentre as medidas sugeridas pela Comissão está o Protocolo para ações do Colegiado e o Protocolo para ações dos docentes.  

 

E) Orientações para docentes e alunos

Planejamento docente: No site do Curso de Filosofia, no menu Planejamento, foi sistematizado um conjunto de orientações que podem ajudar a Coordenação do Colegiado na orientação dos docentes sobre calendário acadêmico, planos de cursos, manual do docente com instruções de acesso ao SIGAA, tutoriais sobre ferramentas de comunicação, orientações para docentes de estudantes com necessidades especiais, banco de questões de concurso e ENADE para serem trabalhadas com os alunos, protocolos para orientar docentes em ações de combate à evasão e retenção, orientações sobre PIT e RIT, e orientações sobre RAD e PTT para docentes em estágio probatório. Sugere-se que essas orientações sejam apresentadas no início de cada semestre para os docentes. 

Orientações para alunos: No site do Curso de Filosofia, no menu Orientações, foi sistematizado um conjunto de orientações para auxiliar o aluno, em especial o aluno ingressante, na organização e condução da sua vida acadêmica no Curso de Filosofia. Sugere-se que essas orientações sejam apresentadas ao aluno pela Coordenação do Colegiado ou na Tutoria Acadêmica do Curso de Filosofia ou na Tutoria por Pares.

 

F) Orientações para ano eleitural

Todos os agentes públicos devem observar as orientações para evitarem realizar práticas de atos que possam ser considerados indevidos nesse período eleitoral e, por sua vez, passíveis de questionamentos quanto a sua lisura pelo TSE, como condutas tendentes a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos no pleito eleitoral. Confira a Instrução Normativa SG-PR nº 01/2018.

  


Logo Colef Recortado

 


 

<Voltar ao menu inicial do site>

 

 

Fim do conteúdo da página